Home Actividades

Actividade Cultural

Com a progressiva normalização do seu funcionamento e com a racionalização dos seus efectivos de pessoal, a Misericórdia de Soure passou a desenvolver actividades culturais e recreativas com reflexos di­rectos no bem-estar dos idosos, proporcio­nando-lhes terapia ocupacional, favore­cendo a interacção geracional, comba­tendo o isolamento social, satisfazendo anseios espirituais - em resumo, melho­rando a qualidade de vida e o equilíbrio emocional e espiritual dos idosos, promovendo o envelhecimento com dignidade. As ini­ciativas  a seguir especificadas reflectem a dinâmica na promoção desse bem-estar:

 

GRUPO DE CANTARES
Criado em 1988, começou os seus en­saios com cerca de 10 elementos. Actu­almente tem cerca de 25 executantes, dos quais 12 asseguram simultaneamente su­porte musical - 8 cavaquinhos, 1 bombo, 1 bombo, 1 ferrinho, 1 reco-reco); é inte­gralmente constituído por idosos utentes das diversas valências do Lar.

 

 

RANCHO FOLCLORICO DA SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE SOURE

O grupo tem a sede na vila de Soure, uma antiga povoação romana e mais tarde mourisca, que obteve foral no ano de 1111. Posicionada entre a Serra do Sicó, a nascente, e uma vasta planície, a poente, aqui confluem os rios Anços e Arunca, que mais abaixo desagua no rio Mondego.
Integra a Região da Beira Litoral/Baixo Mondego no Distrito de Coimbra, já numa zona de fronteira com o Distrito de Leiria.
Foi fundado em 15 de Maio de 1995 por um conjunto de pessoas ligadas à Santa Casa da Misericórdia com o objectivo de preservar os usos e costumes do povo da nossa terra no passado, procurando retratar o seu modo de ser e de estar, numa terra essencialmente agrícola, em zona de transição entre a Serra onde predomina a cultura do olival, a pastorícia e o mel e a Planície com as culturas do milho e do arroz.
A partir de pesquisas e recolhas etnográficas efectuadas foi possível recriar vários trajes de trabalho como o de ceifeira, cavador, homem e mulher na eira, lavadeira, moleiros, resineiro, com os correspondentes utensílios. Encontramos em paralelo com estes, outros mais domingueiros, de noivos, de romaria e de ir à missa ou ainda de ir à feira.
O reportório é composto por viras, valsejados e essencialmente danças de roda.
A tocata é composta por acordeão, viola, bandolim, cavaquinho, reco-reco, bombo e ferrinhos.
O grupo é membro aderente da Federação do Folclore Português e organiza anualmente no mês de Julho o seu Festival de Folclore, procurando trazer à nossa terra a diversidade do folclore do país e de além fronteiras, participando ainda em festas populares e outros festivais de folclore.
A nível internacional conta com actuações em FRANÇA, nas regiões de Lyon e Oyonnax e em ESPANHA fez também já vários intercâmbios com grupos de Regiões como a Cantábria, a norte, até à Região de Múrcia, a sul, passando pela Galiza, Astúrias e Madrid.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O JORNAL “O REFÚGIO”
Criado a 1 de Março de 2003. O título foi escolhido por sugestão e consenso de um alargado grupo de idosos. As­sume-se como jornal dos utentes, Irmandade e amigos do Lar da Santa Casa da Misericórdia de Soure. Publica-se mensalmente e pretende ser um veículo de informação e um factor de ligação moral entre utentes e familiares, a Mesa Administrativa e a Irmandade, a Misericórdia e o meio envolvente, nomeadamente as instituições conce­lhias.

 

 

 

 


ESCOLA DE MÚSICA, ESCOLA DE DANÇA E GRUPO DE TEATRO

Criados, respectivamente, em 2004, 2006 e 2008, os dois primeiros com crianças (nomeadamente do meio familiar dos utentes do Lar) e o terceiro integrando idosos, estes agrupamentos desempenham importante função cultural e asseguram uma salutar convivência intergeracional.

 

 

mirc indir türkçe mirc kelebek radio mirc yükle